19 de ago de 2015

Vaidade Masculina

Foi o tempo em que o homem só tomava banho, fazia a barba e cortava os cabelos uma vez por mês.

O homem de hoje anda muito mais vaidoso do que você imagina. E mais: o Brasil é o segundo maior mercado do mundo em vendas de produtos cosméticos e de beleza masculinos. Em pesquisa recente da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, mais de 2 bilhões de reais por ano são gastos em produtos de beleza masculinos. 
E se você está pensando que, quem procura os produtos de tratamentos de beleza e estéticos são frescos, engana-se!  Entre os itens mais buscados estão aqueles que servem de tratamento para calvície, irritação na barba e pele oleosa, problemas que não perturbam apenas o metrossexual, mas sim qualquer homem.




Confira os tratamentos de beleza mais procurados por eles: 

Calvície 

A calvície começa a afetar os homens a partir dos 40 anos de idade, mas o início do problema pode ser diagnosticado por volta dos 15 anos.  O principal tratamento é o uso da finasterida oral (cuidado, pois a ereção fica "meia-boa"), que pode ser combinado com medicamentos de uso local. No consultório, injeções no couro cabeludo e o uso de laser de baixa energia podem acelerar a melhora. 

Irritação na barba 

Todo homem que faz a barba com frequência já passou por isso um dia. A irritação na área da barba, faz com que muitos busquem a depilação a laser na região do pescoço para reduzir o problema. O que alguns homens não gostam, é que o tratamento a laser é para sempre. A melhor solução para evitar a cara lisa paro resto da vida é usar o aparelho de barbear no sentido contrário do crescimento do pelo e procurar um dermatologista, para ver se o problema não é com a pele

Pele oleosa e acneica

A pele oleosa pode contribuir para a formação de acnes e cravos. São vários os tratamentos para esses tipos de pele, desde sabonetes, ácidos, medicamentos de uso oral, limpeza de pele, peelings químicos e de diamantes e também, tratamento da cicatriz deixadas pelas acnes, com laser de CO2.


Os motivos pelo crescimento da busca de tratamentos são os mais variados. Hoje existe uma cobrança do mercado de trabalho, de que os homens estejam com uma aparência sempre saudável, e chega a ser pré-requisito para contratações em algumas empresas. Na verdade, os homens sempre foram vaidosos e agora, com as novas técnicas de tratamentos de beleza e estéticos, estão ficando mais acessíveis e com maior divulgação. E além disso, a vaidade está está intimamente ligada ao bem-estar. Você pode estar satisfeito com sua vida profissional, financeira e afetiva, mas se perde o sono porque se sua barriga está grande ou, se ao acordar, vê um monte de cabelos no travesseiro, então algo está faltando. Ser vaidoso é ter coragem de cuidar de si mesmo. É nítido que a barreira do preconceito foi vencida. O heterossexual se desinibiu bastante, abandonando a ideia de que só o público gay se preocupa com a estética. Todo homem pode e deve se cuidar, independente da orientação sexual.

Nenhum comentário: