7 de dez de 2008

Acne

É uma dermatose crônica inflamatória que afeta a unidade cutânea dos folículos pilosos, formado pelo pêlo e pela glândula sebácea. A acne é conhecida pelo conjunto formado pela pele oleosa com comedões, cravos, cistos, espinhas, pápulas, nódulos, hiperpigmentação pós-inflamatória, cicatrizes e quelóides.
Calcula-se que 80% das pessoas sofram de algum grau de acne em algum momento de suas vidas. Existem mais de 50 tipos de acne, mas a forma mais comum é chamada de Acne Vulgaris. As causas variam: bactérias, genes, hormônios, fatores locais dos poros, etc. As lesões da acne surgem na puberdade atingindo face, peito, costas, pescoço e ombros. Na adolescência, acomete ambos os sexos, tendo um maior pico de incidência dos 14 aos 17 anos nas mulheres, e dos 16 aos 19 anos nos homens.
Existem vários graus de acne. Em alguns casos, as lesões são pequenas e não chegam a incomodar, ao passo que em outros, elas podem ser tão evidentes que perturbam a qualidade de vida e desencadeiam ou agravam problemas emocionais e de auto-estima. Do ponto de vista clínico, ela pode ser classificada em cinco graus diferentes, de acordo com sua gravidade. No Grau I, conhecido como Acne Comedônica, ela caracteriza-se pela presença de comedões, ou cravos. Mesmo que apareçam algumas pápulas e raras pústulas, ainda é possível enquadrar neste grau. Existem três tipos conhecidos de comedões: o microcomedão, o comedão fechado (cravo branco, de lesão esbranquiçada ou da cor da pele, com forma esférica. Espremendo ou perfurando com uma agulha, sai uma massa esbranquiçada), ou o comedão aberto (cravo preto), este último facilmente eliminado, mas que podem sofrer inflamação. No Grau II, a acne é chamada de Pápulo-Pustulosa, e pode ser reconhecida pela presença de comedões, pápulas eritematosas (avermelhadas) e pústulas. É quadro de intensidade variável, que vai desde as poucas lesões até as numerosas, com intensa inflamação.O Grau III é o Nódulo-Cística, onde existem também os comedões, as pápulas e as pústulas, mas acrescentam-se os nódulos furunculóides, também conhecidos por cistos, formados pela reação inflamatória que atinge a profundidade do folículo até o pêlo, podendo acontecer a formação de pus. O Grau IV é chamado de Acne Conglobata, uma forma mais grave, onde se soma os nódulos purulentos em grande número, formando abscessos e fístulas. Normalmente, neste grau, a acne atinge face, pescoço, peito, costas, e pode chegar à região glútea. A fase mais grave da acne, no entanto, é a Acne Fulminans - Grau V, bastante rara e que causa febre, leucocitose (o aumento de células de defesa no sangue), poliartralgia (dor nas articulações). Nela estão associadas todas as formas anteriormente descritas.
O Tazaroteno, que é vendido com o nome de Zorac, no Brasil, é baseado em vitamina A, e ao agir diretamente sobre as glândulas sebáceas, promete controlar a produção exagerada de gordura. Ainda assim, ele é recomendado para os casos mais leves.O problema maior deste tipo de medicamento é o seu preço.
Existe também a opção da Isotretinoína, conhecida pelo nome comercial Roacutan, também baseada em vitamina A ácida, administrada via oral. A vitamina A ácida é considerada um dos maiores avanços da medicina no tratamento da acne. Este medicamento está disponível há cerca de vinte anos, mas de difícil acesso pela população em função do seu alto preço. Um tratamento com Roacutan pode custar cerca de R$ 300,00 por mês. Além do alto custo, os efeitos colaterais do remédio, que, sendo metabolizado no fígado, exige que se façam exames prévios e, depois de iniciado o tratamento, com freqüência bimestral, para verificar a função hepática durante o uso do medicamento. O Roacutan também provoca o ressecamento da pele e, principalmente dos lábios. Dificilmente se receita este remédio para mulheres em idade reprodutiva, pois se for tomado por uma mulher grávida, pode causar efeitos no feto, semelhantes aos causados pela Talidomida. É importante o acompanhamento médico antes de qualquer decisão por este ou aquele medicamento. O Roacutan pode causar efeitos tão graves que, antes de administrá-lo, o médico precisa pedir que o paciente assine um termo de responsabilidade. Se for receitá-lo para menores de 21 anos, precisa da autorização dos pais. Outro medicamento anunciado como útil para eliminar a acne é a Flutamida, mas os seus efeitos colaterais, tais como, os gástricos e importantes interações medicamentosas, também recomendam cautela na sua prescrição. A Flutamida é um medicamento tão forte que chega a ser utilizado no tratamento de alguns tipos de câncer.

Tratamentos Alternativos ou Naturais
De acordo com indicações do Dicionário de Medicina Natural, existem alternativas aos tratamentos tradicionais receitados por médicos e dermatologistas. Manter a pele limpa, lavando-a duas ou três vezes por dia, cuidando para que não fique muito seca; utilizar produtos de limpeza suaves, feitos de ingredientes naturais ou plantas, evitar o uso de maquiagem, entre outras recomendações, são meios de "auto-ajuda" que em nada prejudicam o tratamento medicamentoso. O Dicionário sugere ainda tônicos caseiros, feitos à base de água de rosas e hamamélis, ou o uso de alho, considerado um antibiótico natural, ou pomada de própolis, como alternativas baratas de tratamento. Calêndula, Camomila, Milefólio, Sabugueiro e Alfazema são outras plantas receitadas, assim como dar banhos de vapor na face, produzido por água em infusão com flores de camomila, limeira, sálvia e alfazema, também são indicados.Embora haja soluções apresentadas também por técnicas de aromaterapia, florais de Bach e homeopatia, é sempre recomendável que se consulte um médico especialista - no caso da acne, um dermatologista - para saber se estas iniciativas são ou não prejudiciais. Em muitos casos, elas podem ser nada mais nada menos do que inócuas, ou seja, não darem resultado algum.

Nenhum comentário: